skip to Main Content
Contabilidade Para Zona Oeste: Qual O Papel Na Sua Gestão?

Contabilidade para Zona Oeste: qual o papel na sua gestão?

Saiba como uma contabilidade para Zona Oeste fará toda a diferença na gestão do seu negócio

Entenda os benefícios de contar com uma contabilidade especializada

Mais conhecida como a região administrativa de São Paulo, a Zona Oeste dispõe de uma série de oportunidades de negócios nas suas mais diversas áreas econômicas, como o ramo de comércio e, também, o de prestação de serviços.

Não é à toa que você iniciou os seus negócios nessa área tão promissora e vem se desenvolvendo bem ao longo do tempo, ainda que, no meio do caminho, tenha surgido a pandemia, balançando as estruturas da sua empresa e comprometendo os seus resultados financeiros.

Diante disso, não temos como negar que a ausência de um suporte contábil faz muita falta, não apenas nesses momentos, mas principalmente quando está tudo bem, pois é nesse momento que é importante blindar os seus bastidores para eventuais crises que possam surgir ao longo do tempo.

E foi pensando em todos esses aspectos que decidimos tratar dos benefícios de uma contabilidade para Zona Oeste, de modo que você tenha uma organização efetiva das suas demandas contábeis e financeiras, para poder ter a consistência que precisa nos seus bastidores e, com isso, alcançar os seus objetivos com total tranquilidade.

Portanto, amigo gestor, agradecemos pela sua visita ao nosso blog e desejamos uma excelente experiência com o conteúdo que está por vir.

Contabilidade para Zona Oeste: entenda a importância!

Bom, é comum que gestores de empresas como a sua busquem um apoio contábil apenas quando surgem imprevistos ou situações que geram prejuízos financeiros, o que é um grande erro.

Dizemos isso pois, quando há algo errado e você – empresário – detecta, geralmente os erros e inconsistências contábeis já estão ocorrendo há um certo tempo e, quando você decide buscar por um suporte profissional, por mais que os problemas sejam – efetivamente – resolvidos, talvez os prejuízos financeiros já sejam muito grandes.

Por isso, é importante que você – estrategicamente – já priorize o quanto antes uma gestão efetiva dos seus bastidores com uma contabilidade para a Zona Oeste, ou seja, com o auxílio de profissionais contábeis que atuam na região da sua empresa.

Assim, você garante um gerenciamento impecável das suas demandas internas, nas quais o foco central é a conformidade do seu negócio com as leis vigentes, e, consequentemente, a sua maior tranquilidade para cuidar das demandas que envolvem a atividade-fim do seu negócio.

Como um suporte profissional pode te ajudar?

Avançando com o tema sobre contabilidade para Zona Oeste, é necessário frisar que contar com bons profissionais ao seu lado garante o mais completo suporte em temas importantes como:

  • Emissão e atualização de alvarás e licenças;
  • Tributação;
  • Alteração societária;
  • Planejamento financeiro;
  • Fluxo de caixa;
  • Relatórios contábeis; entre outros.

E, conforme falamos no início deste artigo, os prejuízos financeiros que podem acontecer ao longo do tempo são ocasionados, muitas vezes, por conta de más decisões com relação à sua tributação.

Sim, entendemos que é um assunto complexo para a grande maioria dos empresários e é por isso mesmo que você precisa ter um olhar mais cuidadoso com essas demandas, para evitar que você tenha tais prejuízos.

Por isso, iremos aprofundar sobre esse tema a fim de que você entenda de uma vez por todas que contar com uma contabilidade para Zona Oeste é a melhor decisão a ser tomada para que a sua empresa esteja totalmente regular e em plena conformidade com o que rege a legislação atual.

Vamos lá!

Tributação

Desde os momentos de abertura de uma empresa, é necessário escolher um dos três regimes tributários que irão acompanhá-la por certo período.

As opções são:

O grande problema dos empresários é que, após essa adequação, eles esquecem de acompanhar e sujeitam suas empresas a inadequações tributárias que podem gerar prejuízos recorrentes.

Sendo assim, entenda um pouco sobre cada um deles para saber como funcionam – na prática.

  • Simples Nacional

É um regime tributário direcionado para micro e pequenas empresas e é considerada a tributação mais simplificada e menos burocrática, principalmente por conta da facilidade de contar com uma única guia de arrecadação, que é o DAS – Documento de Arrecadação do Simples Nacional.

Entretanto, para optar por ele existem regras e a principal é com relação ao máximo de faturamento bruto anual, que é de R$ 4,8 milhões.

Obviamente, existem variações dentro dessa tributação, na qual os limites são distintos para MEI, ME e EPPs.

Uma contabilidade para Zona Oeste, inclusive, te auxilia com todas essas questões.

  • Lucro Presumido

Trata-se de uma tributação direcionada para empresas de médio porte, na qual a Receita Federal presume que certa porcentagem do faturamento da empresa representa o lucro.

Ou seja, as alíquotas não são cobradas sobre o faturamento efetivo, mas sim sobre uma presunção.

Quanto ao faturamento bruto anual, o limite é de R$ 78 milhões.

  • Lucro Real

É, sem sombra de dúvidas, o regime tributário mais complexo e burocrático, contudo, quem não gostaria de pertencer à essa modalidade tributária?

Como regra, o faturamento bruto anual precisa ser – obrigatoriamente – acima de R$ 78 milhões.

Nada mal, não é mesmo?

Conte com o apoio contábil da Master Consultores!

Você gostaria de zerar suas preocupações com toda a burocracia contábil da sua empresa e ter a tão merecida